Nascemos neste mundo, mas antes disso o nosso sêmen correu para adentrar o óvulo da nossa mãe, ufa! Primeira fase concluída, e nós estamos aqui neste mundo. Crescemos, produzimos a nossa consciência e deparamos com a existência material, nos vimos por este corpo e notamos que existimos. Mas temos que prosseguir na vida, pois a partir do momento que produzimos a consciência percebemos que este corpo carnal uma hora morrerá, e o que será de nós? Descobri que eu não sou este corpo carnal, mas sim a consciência, e esta consciência tem várias funções e notei que é através desta consciência que tudo se manifesta e é. É pela consciência que pensamos, raciocinamos, determinamos e agimos. Vi também que o que tem vida em mim, é o espírito de Deus, ele já pulsa os nossos corações e enquanto estamos nesta segunda fase não há descanso, assim como quando éramos sêmens e tivemos que correr para continuar com a vida.

Enquanto estivermos passando pelas fases da vida não há descanso, somente quando cumprirmos com o propósito da vida e chegarmos a terceira e definitiva fase da vida haverá o descanso eterno. Lá sim nosso espírito repousará tranquilo com a consciência que veio buscar neste mundo, mas enquanto estamos passando pela fase humana a nossa consciência precisa se fazer uma com o espírito, e não podemos dar descanso enquanto não acharmos um lugar para o espírito de Deus nas nossas consciências. O espírito será o corpo eterno das nossas consciências, nos faremos uma célula viva do corpo de Deus, mas para que isto aconteça, deve ocorrer uma metamorfose dentro da consciência, onde a carne morrerá para dar lugar ao espírito de Deus. Isto tudo depende da consciência, pois ela precisa se doar ao espírito para que esta transformação ocorra, até a estatura completa de Cristo e por fim o nosso nascimento no céu pelo espírito. Ah! Agora sim, estou no meu descanso eterno.

Por Kátia