Quando nos posicionamos a entender a nossa razão de existir, a maneira de ver as coisas mudam, não que elas deixam de ser o que são, mas são vistas agora por um outro ângulo de visão, o qual não era notado e nem percebido, pois faltava o conhecimento e a compreensão, de ver que o corpo carnal é apenas uma criação e que ele tem uma única função, a de produzir a consciência que é o X da questão, mas esta questão não é discutida por não chamar o mínimo de atenção, que faria a qualquer um pensar a respeito desta existência e qual seria a sua razão?

Por Lauro Balbino