Como criação só podemos servir a Deus pelo que já nos foi determinado, não cabe a nós inventarmos nada como um outro tipo de função ou salvação, além do que está dentro do propósito da vida, por isto está em nosso alcance descobrir o verdadeiro motivo deste corpo carnal existir, pois assim chegaremos à conclusão da consciência. Não foi assim de um dia para o outro, mas metaforicamente foi da noite para o dia que compreendi que Deus é simples e que sua sabedoria também é, Ele estabeleceu leis que são necessárias conforme cada tipo de princípio que quando são acionados funcionam perfeitamente, tudo foi muito bem pensado desde a procriação até a produção da consciência que é o objetivo que levou Deus a ter criado todas as coisas, pois ela é quem gera a manifestação da existência. É muito interessante de observar, por ser uma grandiosidade, as coisas que foram criadas pela coordenação da mente de Deus e as coisas que foram criadas pela coordenação da mente humana, nota-se que tudo que Deus criou tem a ação quente da vida e o que o ser humano criou não tem por ser artificial, característica de uma existência mortal que a carne tem. Mas, com tudo isto só não se entende uma coisa, o porquê de não enxergar esta grande diferença, de um lado Deus que é o Criador de todas as coisas e do outro lado a consciência que troca o senhor da vida pelo erro mortal, com sua aparência que a levará para uma eternidade sem vida onde não encontrará mais a saída.

 

Por Lauro Balbino