Para chegarmos a compreensão de todas as coisas, é preciso nos envolver para então sermos ensinados pela sabedoria que criou todas elas, pois tudo tem sua forma correta e certa e isto cada consciência consegue e pode observar. Não viemos a este mundo simplesmente à toa, ou só para povoar a Terra, existe um propósito, não aquele que cada um julga que seja, mas o que Deus estabeleceu igual para todos.

O entendimento de cada coisa, eu comparo como um fruto, só que ele deve ser cultivado e amadurecido dentro de nossas consciências, a princípio sai a sua flor e a seu tempo o fruto aparece e começa a se desenvolver até a sua estatura perfeita, para então ser colhido e esta colheita se dá a prática perfeita do entendimento, por isto é preciso se concentrar para também aprender a raciocinar, pois fora disto não se enxerga nada do que é mostrado, principalmente do propósito da vida.

Deus teve um intento para criar todo este universo, no qual nós também estamos dentro, tudo criado no seus mínimos detalhes, cada criação segundo sua espécie, incluindo os seres humanos que tem a função principal, a de produzir consciência da existência de todas as coisas, pois é a consciência que forma as ideias coerentes e raciocina por elas para poder compreender e realizar todo o propósito de Deus, que é de gerar o filho da vida eterna para nascer no plano do céu e esta condição foi dada a todos igualmente, pois eu também não sabia que o espírito que já está em mim, é a semente de Deus, para ser inseminado pela palavra da verdade e gestado pela minha consciência através do puro leite racional.

E assim eu o fiz, Jesus fez isto nele, Davi também o fez e todos aqueles que elegeram o espírito de Deus em suas consciências como o seu único governador, se tornaram filhos da vontade do Altíssimo com o sobrenome Cristo.

 

Por Lauro Balbino