Eu sinto o propósito da vida na flor da minha pele querendo saltar para fora, é alguma coisa que está dentro de mim querendo sair e gritar para o mundo: eu estou aqui! É como alguém que esteve preso por muito tempo e quer dar o ar da sua graça, quer falar para o mundo que existe, como uma criança na barriga da mãe que chegou a sua hora de nascer e quer sair do casulo e sair voando por aí. Eu já dei tempo ao tempo e até mais a metade de um tempo, não aguento mais ficar calado, tenho que falar a este mundo que ele está errado, fora de propósito, fora da linha e do prumo.

Por quanto tempo me calei, estive em repouso, mas só ouço conversa mole em meus ouvidos, palavras de enganos e ninguém faz nada, mas resolvi me levantar, pôr as minhas roupas e falar a verdade para essa gente. Eu vou aniquilar esse lugar e ninguém chegará ao seu intento, eu vou profetizar contra os humanos e ordenar saraivas do céu, vocês vão ter que me ouvir, pois eis que eu trago a verdade do meu Pai, eis que eu estive em silêncio por muito tempo para ver se alguém se levantava por mim, mas até Arão que eu julgava meu servo, levantou um bezerro de ouro fazendo errar o meu povo no deserto.

Este povo deixou a minha lei e criaram as suas próprias leis de engano, construíram suas vidas no lugar errado, edificaram suas casas por sobre a lama, encheram os seus tesouros de traças e aniquilaram com o propósito do meu Pai. Estão dormindo como as virgens loucas, não encheram as suas candeias com azeite do céu, mas compraram a sua salvação nas mãos do engano, compraram mentiras a preço de ouro e as guardaram em seus relicários. E eu vendo isso como posso me calar? Vou tocar as trombetas do céu, vou pedir aos meus anjos que soam os clarins e toda Terra há de me ouvir, a profecia há de ser cumprida e eu estou aqui para isto, vou me levantar e me preparar e ninguém perde por esperar, chega de perder almas para o engano e quem me escutar vai se salvar!

Por O teu espírito diz