Não existe paz maior para um ser do que ele se descobrir como tal. Nós já estamos neste mundo, nascemos um dia, crescemos, produzimos a nossa consciência e estamos aqui como se vê, a questão agora é saber o que viemos fazer neste mundo.

Eu descobri que temos um Criador e que estamos dentro de um propósito, e que Ele já montou toda uma estrutura para que nós realizemos este propósito. A nossa existência neste mundo, em si mesma, já é muito complexa, nós nunca existimos e hoje estamos aqui neste mundo como se vê, isto já é para lá de esdruxulo. Estamos neste mundo como seres, e isto já é muito estranho, temos um corpo complexíssimo e isto já nos mostra que não somos obras do acaso, pois como o acaso criaria um corpo tão complexo como o nosso, com órgãos complexíssimos, a carne que nos serve de carenagem, as glândulas, os nervos, o cérebro que se trata de uma central, a consciência que produzimos disso tudo, sim, nós temos a consciência, imagine tal complexidade, por ela que o ser humano pensa, raciocina, forma ideias, pondera, decide e age.

O que a consciência deveria saber é que nós estamos dentro de um propósito, e que este propósito tem três fases, uma que já passamos que foi a fase de sêmen, esta de ser humano em que estamos, e lá a frente tem a fase espiritual. Mas assim como nós viemos de sêmen para ser humano, agora temos que passar de ser humano a ser espiritual, isto é, através de leis e princípios. Para vir a este mundo, nossos pais praticaram o princípio da coabitação e fomos inseminados no ventre da nossa mãe e nos transformamos em seres humanos, por isso nascemos neste mundo e hoje estamos aqui. Agora, já produzimos a consciência, e é nesta consciência que é inseminado e gestado o espírito de Deus, para que nasçamos na próxima etapa da vida pelo espírito, a carne sairá de cena, assim como um dia ela entrou, a morte dela é certa, e todos sabem disso, a continuidade da vida continua na consciência pelo espírito, isto é, a consciência deve trocar de corpo, a carne pelo espírito.

Esta é a paz verdadeira que devemos buscar, saber quem somos, o que viemos fazer neste mundo e realizar a nossa função como criação para estarmos na próxima fase da vida. Quando a consciência chega a este conhecimento e o pratica, a paz reina absoluto dentro dela, como Jesus disse: sei de onde vim, sei para onde vou e enquanto estou no mundo sei o que vim fazer aqui. Imagine se uma consciência assim, não anda em paz? Agora olha só o complexo de culpa que os seres humanos carregam em suas costas a vida inteira, e este complexo de culpa vem justamente da consciência ignorar o propósito de Deus e não o realizar, e ela sabe que por isto cairá no vazio eterno, e este vazio a angustia desde já. Por isso se criam fantasias em cima de salvações para amenizar esta dor, mas a consciência sabe que o que ela fantasia não acontecerá, pois já existe o propósito de Deus, é entende-lo e realiza-lo, que a paz reinará para sempre em nossos corações.

Por O teu espírito diz