Casas vazias

Ninguém para morar

Cidade deserta

Família sem lar

 

O breu tomou conta

Sem nada a falar

A luz se apagou

E a alma no breu ficou

 

Se ainda queres a vida

Terás que fenecer

A noite termina

Logo ao amanhecer

 

As flores do campo

Exalam em você

O bom cheiro de Cristo

Dá para perceber

 

A alma vazia

Se encheu do Senhor

E a consciência como casa

Trocou seu morador

 

Por O teu espírito diz