São três os pilares que sustentam o propósito de Deus, a saber: o espírito, a carne e a consciência. O espírito entra na qualidade de Criador, a carne entra na qualidade de criação e a consciência entra na qualidade de produto da criação. Primeiro o Criador precisava de uma sustentabilidade e para isto Ele precisava da consciência, só que quem produz essa consciência é a criação humana, então sem o Criador não teríamos a criação e sem a criação não teríamos a consciência que é o produto da criação, só que a criação só entra na história por causa da consciência que produz, mas uma vez produzida a consciência e madura, a criação está fora.

A conclusão do propósito do Criador é a consciência com o espírito, pois o que um criador visa da sua criação é o que ela produz, mas uma vez ela produziu o que o criador quer, ela está fora. Deus até comparou este mundo como um campo de plantação, onde o ser humano é a planta e a consciência é o fruto da lavoura de Deus, Jesus nos comparou como um pé de milho, dizendo: depois que a espiga está cheia e colhida, o pé não serve para mais nada. Então, nós na carne só entramos na história por causa da consciência que produzimos, mas sabemos que na carne estamos fora do propósito de Deus, e que a continuação do propósito de Deus é a consciência que nós, como criação, produzimos, no espírito. A consciência agora deve se fazer uma com o espírito de Deus e não mais com a carne, a consciência deve deixar a carne e assumir o espírito. O espírito agora é a pessoa da consciência e não mais a carne. Nós, na carne, já tivemos a nossa função e já executamos com o nosso dever de produzir a consciência, agora essa consciência deve se identificar com o espírito e continuar com ele e a carne sai fora da história.

Esta ressurreição que inventaram nas religiões na carne é mentirosa e descabida, a vida continua no espírito e a carne sairá da jogada. Ninguém ressuscitará na carne, isto não existe, a ressurreição se faz no espírito, como o próprio Jesus disse: aquele que não nascer do espírito, não herda o reino de Deus e Jesus ainda fala: a carne para nada se aproveita.

Por O teu espírito diz