Sempre é discutido entre os espíritas a sensação de que já esteve neste mundo, mas eles esquecem que o ser humano é a criação mais perfeita do universo e essa criação produz a consciência de todas as coisas. A consciência é muito mais que um computador, é capaz de armazenar infinitas imagens ou noções de conhecimentos e essa consciência pode ter a sensação que é um processo pelo qual um estímulo é capaz de causar um determinado resultado, provocando uma reação física ou mental, é um conhecimento instantâneo, percebido por uma intuição ou por algumas situações comuns, como uma impressão, ou um sentimento.

A sensação é uma ação de reproduzir dados ou imagens de uma situação a outra, são marcas deixadas no subconsciente que a consciência guarda na memória, que é a capacidade de reter ideias ou impressões de momentos gravados dentro dela, a impressão é o efeito ou a capacidade que a consciência tem de lembrar as próprias lembranças sem ajuda de notas ou de livros. A consciência tem a capacidade de gravar coisas até de frações de segundos e quando ela grava uma imagem mesmo no subconsciente, aquilo fica gravado para sempre e quando ela está em outra situação ou em outro local que ela vê um detalhe em comum que ela viu em uma outra situação, provoca essa sensação nela de que ela já esteve naquele local, por uma coisa comum que ela viu em outro local. E é isso que nós chamamos de sensação, não que você já esteve naquele local, mas porque você viu um detalhe que tinha visto em outro local, parece que tudo aquilo vem a memória e a consciência tem a sensação de que já esteve naquele lugar, mas na verdade nunca esteve, é só essa sensação de ver alguma coisa comum.

Quando é uma coisa que fica gravado no seu consciente, logo você lembra de onde já viu aquilo em comum, como uma garrafa de coca cola que todos os dias nós vemos em todos os lugares, mas quando é um detalhe em comum fica gravado no subconsciente e é o teu subconsciente que traz à lembrança daquilo que você viu em um outro lugar, mas como você não lembra de onde viu aquilo, você tem a sensação de que já esteve naquele lugar, mesmo nunca estando. E os espíritas usam desse efeito para enganar os irracionais, dizendo que já esteve nesse mundo em vidas passadas, coisa que não existe, fora ainda que eles usam da telepatia para dizer que conversam com morto. As religiões usam do hipnotismo para dizer que a pessoa está endemoniada, e por aí afora, são técnicas que as religiões usam para enganar os irracionais e tirar o dinheiro do seu bolso. Tem escroques do diabo que usam meia dúzia de palavras com sabedoria ou com uma suposta sabedoria, e o resto que falam, os irracionais pensam ser verdade, mas são técnicas de enganar, de iludir, como os ilusionistas que com pouco de habilidade em suas mãos enganam a plateia para tirar dinheiro, e os mais coitados logo levam a mão no bolso para pagar uma mentira. E é isso que acontece nas religiões.

Por O teu espírito diz