É até engraçado dizer isto, mas pelo propósito da vida nós devemos limpar as nossas consciências da carne para o espírito de Deus habita-las eternamente. As nossas consciências são como casas, onde hoje, quem mora nelas é a carne, e nós temos que tirar a carne delas, senão o espírito de Deus não entra nelas, e se ele não entrar, elas ficarão desertas eternamente quando a carne morrer. Se o espírito de Deus for embora, e a carne estiver na sua consciência, ele nunca mais voltará aqui para leva-la. Ou ela vai agora com ele ou ficará vazia eternamente. Jesus disse assim: o servo, que é a carne, não fica para sempre na consciência, o filho, que é o espírito de Deus, fica. Se, pois, o filho libertar a tua consciência da carne, verdadeiramente ela será livre.

Ponha uma coisa na tua consciência, que você não é mais esta carne, mas sim a consciência. Você, a consciência, é o desejo de Deus, e a tua carne é apenas uma criação. Deus deseja a tua consciência, assim como um homem deseja uma mulher para ter um filho com ela, pois é na consciência que será inseminado o Seu espírito e ela o gestará até a estatura completa de Cristo, que é o filho da vida eterna. É pelo filho de Deus, que a consciência herdará o reino de Deus e a vida eterna, isto é uma verdade e acontecerá, assim como nós já estamos aqui hoje, estamos dentro disso.

Deus nos criou na carne só por causa da consciência que ela produz e é nela que se realizará a vontade de Deus. Paulo disse: não andamos com astucias e nem falsificamos a palavra de Deus, mas recomendamos toda consciência, na presença de Deus, pela manifestação da verdade. E Jesus pelo espírito disse: quem não me ama, não guarda as minhas palavras, ora, a palavra que estais ouvindo, não é minha, mas do Pai que me enviou. A consciência que não gerar o filho de Deus nela, não herdará a vida eterna, mas cairá no vazio eterno. Este é o caminho da vida, mas se a tua consciência quiser esperar por Jesus, eu garanto que ela vai quebrar a cara na eternidade.

Por O teu espírito diz