Eu já me levanto machucado, ferido pela ignorância dos seres humanos. São nas noites escuras que os seres humanos descambam em seus pensamentos, são nas noites escuras que eles maquinam o mal contra o seu próximo. Eu já me levanto com os insultos, com as agressões morais. Os seres humanos já levantam vazios do bem e passam o dia inteiro frivolando em seus pensamentos.

Eu preciso de um ouvido que me ouça, um ouvido que me ouça pelo entendimento, um ouvido que raciocina. São muitas as palavras da minha boca, são muitos os raciocínios da minha cabeça, mas não tem um ouvido que me acompanha. Eu ando ligeiro no raciocínio, mas as consciências são lentas no entendimento, paradas no raciocínio. Elas não conseguem formar ideias de entendimento, pois tem o seu raciocínio atrofiado. As consciências não são capazes de enxergarem no entendimento, são quais os animais irracionais que andam por instintos, o que um boi faz dentro do rebanho, os outros o acompanham sem saber o que estão fazendo. As consciências fazem porque o pastor mandou, ou porque o padre falou, mas não conseguem ver o significado das coisas. Jesus disse: porventura pode um cego guiar outro cego? Não cairão ambos no abismo? Todos estão indo para onde um cego os orientam. Eles mesmos traçam seus caminhos e pensam que sairão no céu. Se eles conseguissem enxergar o fim de seus caminhos, veriam que sairão no vazio eterno, eles até já supõem isto, mas não querem acreditar que isto acontecerá. Todos julgam que estão no caminho certo, mas no seu caminho certo e não no caminho da razão, aliás, ninguém se identifica como ser.

Eu fico no esquecimento, no anonimato dos pensamentos. Ninguém consegue me ver e nem me ouvir, porque os seus órgãos do entendimento, que é o raciocínio, estão atrofiados. É pelo raciocínio que eu falo, ouço e vejo. Se a tua consciência for cega no entendimento, é surda também no entendimento. E se é cega e surda, também é muda, você não fala, não ouve e não vê. Se você não fala, não ouve e não vê, como quer conversar comigo? Por sinais, não dá, pois você não vê. Se eu falar você não ouve, pois é surda. Como nós podemos então nos comunicar? Pelo sentimento, você não me nota. Então a nossa comunicação é zero, o nosso vinculo é nenhum.

Quem é capaz de soltar a língua? Ou desvendar os olhos? Ou desobstruir os ouvidos? Peça ao teu senhor que desobstrua o órgão do seu entendimento. Peça a ele que quer ver o segredo da vida, quem sabe ele tenha misericórdia de ti e te faça ver as coisas para o teu bem.

 Por O teu espírito diz