Como ver a sinceridade de um coração? Só dá para ver pelos atos da pessoa. Toda consciência age por aquilo que ela está ligada, pela dedicação que ela tem pela coisa. Quando falamos do propósito da vida, o que mostra se a pessoa entendeu alguma coisa ou não, é o interesse dela buscar saber mais sobre o assunto. Se não buscar, das duas uma, ou não entendeu o que foi falado ou não se interessou pelo assunto.

Eu vivo anojado neste mundo, pois aqui ninguém se interessa de fato pelo propósito, aliás, o propósito da vida é a coisa mais desinteressante para que uma consciência possa busca-lo. Se não for pelo benefício da carne, nada interessa a consciência. Todas as consciências são extremamente ligadas a carne, e qualquer coisa que se fala fora do benefício dela, não interessa a ninguém. Por isso, todos me aborrecem neste mundo, pois todos os seus atos são contra o senhor, e eu vejo que não posso fazer nada, tenho que engolir seco e só ficar indignado, é só o que posso fazer.

Eu sei que cada ser humano produz a sua consciência independentemente um do outro, e toda consciência é dotada de raciocínio. O raciocínio é o olho do entendimento, mas acontece que as consciências, são todas atrofiadas no raciocínio, isto é, são todas cegas no entendimento, pela carne já são poucas consciências que raciocinam, imagine pelo espírito? Se as consciências desenvolvessem o raciocínio, elas veriam o propósito da vida e seriam todos filhos da luz. Mas aí que mora o perigo, como fazer uma consciência raciocinar?

Por O teu espírito diz