Eu sempre gostei de estudar o tempo e o espaço, porque na verdade, em si mesmos, eles não existem, mas estão relacionados a alguma coisa. Uma coisa ruim, por exemplo, parece que o tempo não passa, mas uma coisa boa, o tempo passa que você nem vê. O tempo e o espaço são psicológicos, isto é, eles só existem dentro da consciência, pois ela dividiu o infinito em duas eternidades, pondo fim em uma inconsciente e dando início a outra consciente. E com isto deu origem ao tempo e ao espaço, senão nós estaríamos ainda dentro do infinito, onde não se conta o tempo e nem o espaço.
A consciência que produzimos é uma grandeza imensurável, pois todas as coisas estavam no inconsciente do tempo e do espaço, e foi pela consciência que produzimos que tudo veio à tona. E fora de a consciência humana descobrir coisas incríveis, como o átomo, as leis da química, as leis da física, as leis da procriação, e todas as leis que regem a natureza, a consciência tem ainda a capacidade de criar coisas incríveis, como o computador, o celular, os satélites, a televisão e outras criações complexíssimas.

O ser humano, pela consciência que produz, trabalha com todas as leis da física, da química, das procriações, estuda o próprio corpo humano e seus metabolismos, as suas ações e etc., mas o que mais me espanta é que as consciências nunca descobriram o sentido da vida, elas são totalmente atrofiadas neste sentido. Sequer alguma consciência se descobriu como produto da criação humana. Jamais alguma delas se destacou do corpo carnal, como sendo um novo elemento. Muito menos alguma delas pensam na possibilidade de trocar de corpo, isto é, deixar este corpo carnal que morre, e nascer no espírito de Deus que tem vida própria. Nenhuma delas conhecem as leis e o princípio para que isto aconteça, nenhuma delas nota para o que o apóstolo Paulo disse: assim como trouxemos a imagem do ser animal, assim também traremos a imagem do ser espiritual.
Eu vejo que a ciência humana não consegue estudar o espírito, por ele habitar outro plano, e para isto seria necessário a consciência transpor de planos, passar deste plano material para o plano espiritual, mas como elas não sabem como fazer isto, a consciência que o ser humano produz cairá no vazio eterno, isto é, ao invés dela transpor de plano e ter uma vida eterna no espírito, a consciência cairá no vazio eterno por falta de um corpo, tudo porque não consegue estudar o espírito de Deus. Imagine a tua consciência cair no vazio, num tempo eterno e no espaço vazio?