Ninguém pensa neste momento, mas ele está em nosso caminho. A ciência humana diz que a vida normal de um ser humano tem aproximadamente quatro bilhões de batidas cardíacas e que todos os outros animais têm em média dois bilhões de batidas. Mas é muito raro um ser humano chegar a esta marca, principalmente nestes finais dos tempos onde a avareza dos seres humanos destruiu o planeta Terra. Fora ainda, que destruíram a área verde do planeta, sujaram as águas dos rios, jogando produtos químicos matando todos os peixes, poluíram o ar e isto já faz parte da nossa vida.

Diante de tudo isto, ninguém sabe ao certo, quando é que dará o último suspiro, mas com certeza será uma desgraça eterna para quem não realizou a vontade de Deus, mas por outro lado será uma glória eterna para quem realizou. Imagine a felicidade de uma consciência adentrar a terceira e última fase da vida? Imagine quando ela disser: eu conclui a obra de Deus em mim, agora é só desfrutar a minha vida eterna no plano do céu. Imagine o lugar que Deus preparou para receber as nossas consciências pelo espírito?

É muito interessante isto que vou dizer, mas nós nunca estivemos neste mundo antes, mas agora estamos aqui, como se vê, com um corpo ultra complexo, com vida e isto não é para lá de estranho? Agora vamos falar do porquê nós estamos aqui neste mundo, nós sabemos que temos um Criador, pela complexidade do nosso corpo, e qual foi o motivo que levou Ele a nos criar?

Nós sabemos que na carne somos uma criação descartável, pois a qualquer hora morreremos nela, e que só a nossa consciência, que produzimos na carne seguirá em frente com o espírito de Deus. A carne, como todos já sabem, ficará aí pelo meio do caminho enterrada num buraco deste mundo para sempre. Isso também não é interessante? Não adianta a consciência se apegar a carne, porque no dia da morte dela, a consciência sofrerá muito. A própria morte já é uma coisa para lá de estranha, pois ela também faz parte do propósito de Deus, pois é neste dia que a consciência entrará na glória eterna de Deus, ou cairá no vazio eterno para nunca mais voltar a lugar algum.

Por O teu espírito diz