Só através do raciocínio lógico entendemos a linguagem de Deus, e discernimos tudo que Ele quer de nós. Deus é espírito e Ele enviou a porção do Seu espírito a cada um de nós para nos resgatar e nos levar ao Pai. Não o vemos com este olho carnal, mas o sentimos pela vida, nas batidas do coração. Somente pelo raciocínio chegamos no entendimento perfeito de tudo que Ele quer que façamos. Nos criou por um propósito e temos que realizar pela nossa vida eterna. Descobri que sou a consciência, o produto da criação, esta consciência é o fruto do desejo de Deus, pois é por ela que Ele quer se manifestar e fazer dela a Sua morada eterna. Desde então me entreguei ao anjo que Ele me enviou, e está fazendo toda obra em mim, me moldando, me purificando até que eu esteja do Seu agrado e quando estiver purinha sem mais nada desta carne, entrará e fará morada, e juntos faremos parte do corpo de Deus. Este é o propósito de Deus a nós, consciências, nos desligar de tudo deste mundo e nos ligar no espírito.

Ele é a nossa vida eterna, veio a nós só para buscar a consciência que produzimos e levar ao Pai. Não é só o saber que estamos salvos, mas para termos a nossa salvação garantida temos que praticar, nos colocar de fato nas mãos do espírito e deixá-lo nos guiar. Se hoje ouvirdes isto, não endureçais os vossos corações, pois ninguém sabe o dia da sua morte, vamos nos atentar com mais diligência, entregar a nossa consciência ao espírito para quando o Pai o chamar irmos juntos. Não vamos deixar o espírito voltar a Deus sem a nossa consciência, se isto acontecer será o dia mais triste da nossa história. O espírito voltou a Deus, a carne morreu, e é a consciência que sofrerá por toda eternidade. Vamos ter a compreensão, entender a linguagem de Deus enquanto o espírito está em nós, vamos ouvi-lo e obedecê-lo para galgarmos a vida eterna.

Por Rozivane Pereira