São os próprios seres humanos que vão atrás dos seus tormentos. O povo vive em desespero, se envolvem com tantas coisas erradas que até trazem traumas à alma. Nos relacionamos com muitas pessoas sem ao menos conhecê-las, e quando vemos já entramos em uma enrascada, tudo isto acontece por falta de raciocínio. Deus nos deu o poder do raciocínio, mas é preciso usá-lo. Através do raciocínio enxergarmos o que possa vir nos acontecer lá na frente. As consciência são como que uma caixa de surpresa, por mais tempo que conhecemos uma pessoa você nunca sabe de verdade o que passa dentro de uma consciência e qual é a sua capacidade de fazer algo que venha te prejudicar.

Todos que se aproximam, no fundo sempre tem algum tipo de interesse, você o agrada até que não fale nada que os contraria, se o contrariar o ataque é imediato, te vira as costas e age como que nunca tivesse o conhecido. Ninguém tem a serenidade no olhar, o amor e muito menos fazem questão de compreender as coisas para viverem em harmonia entre si. Vivem todos numa correria desesperada só pelos desejos carnais, não se preocupam com a sua razão de existir e muito menos desconfiam que estão dentro de um propósito, o qual temos que realizar para darmos sequência a vida. Temos que nos desligar desta carne antes que seja tarde e nos ligar neste espírito que nos dá a vida. É neste espírito que está a nossa verdadeira paz, a carne só nos traz angústias e sofrimentos e por fim ainda nos jogará no vazio eterno. Mas a consciência que conscientizar este espírito e andar por ele, a paz verdadeira reinará em seu coração. Fiquem atentas consciências, o dia do juízo está próximo, e é neste dia que o fiel da balança revelará se andou pela carne ou pelo espírito. Se for pela carne, adeus até nunca mais. Hoje é o dia de buscarmos nos envolver com o espírito, ele será o nosso corpo eterno e somente unificada nele chegaremos ao reino de Deus.

Por Rozivane Pereira