Não se explica o porquê uma consciência se liga tanto nas coisas deste mundo, mesmo sabendo que um dia esta carne morrerá e tudo que se ligou ficará para trás. Sentimentos por um filho, por uma mãe ou por qualquer ente querido. É muito difícil fazer com que a consciência enxergue que mais cedo ou mais tarde por certo se desligará, pois pela morte carnal nos desligaremos de tudo isto. Mas temos um dentro de nós que tem vida própria e é eterno, o espírito que Deus nos assentou, é neste espírito que as nossas consciências devem se ligar pela vida, pois ele voltará a Deus e a consciência que se ligar nele voltará a Deus com ele e fará uma célula viva do corpo de Deus.

Mas o que nos deixa triste é ver que todas as consciências criam raízes nesta carne, e todos os seus sentimentos são só pelas coisas temporárias, e por mais que tentamos alertá-las não nos dão crédito e seguem seus desejos carnais até caírem no caixão. Será muito triste para uma consciência se deparar no vazio eterno e ver que a sua vinda a este mundo foi em vão, teve tudo nas mãos para realizar, mas não buscou se identificar com o espírito enquanto o tinha, deixou-o ir embora, ignorou-o, agora terá que enfrentar o breu por toda eternidade. Não podemos criar raízes com nada daqui, temos que desligar a nossa consciência de tudo deste mundo e ligá-la neste espírito que Deus nos assentou, ele é a nossa vida eterna desde já e somente ligada nele teremos a vida por toda eternidade.

Por Rozivane Pereira