Uma base, uma estrutura, a fortaleza de uma alma pura. Um espaço protegido, que ninguém pode tocar, muralha do nosso imo, quem poderá decifrar? Por palavras ou alegorias, parábolas e poesias, o entendimento se anuncia para quem deseja a sabedoria. A consciência é o desejo, o fruto da criação, o motivo da nossa existência, o sentido da vida e a razão.
Basta o start, o despertar pela manhã, e tudo se fará claro, até a representação da maçã. Nada pode tocar a alma que faz da vida o seu ser, que se entrega, confia e aguarda naquele que pode nos suster. A pedra bem fundada, o alicerce do nosso âmago, uma rocha inabalável, o secar de todo pranto. A luz do nosso caminho, o brilho de cada olhar, a riqueza em sabedoria, estrela e lumiar. Cuidador do coração, conhecedor do íntimo, nos dá asas como de condor para chegarmos ao nosso destino. Aquele que pratica a justiça não há nada a temer, andando na linha da vida, baluarte sempre estará a proteger. Uma redoma interna, exército celestial, até que nasça o novo dia e finde o material.

Por Michele Mi