Eu não sei o que acontece, mas já existe todo um propósito para estarmos aqui neste mundo. Existe uma função para nós cumprirmos para o bem do nosso Criador. Já existe um caminho traçado, e já está tudo determinado, mas as criações humanas viraram as costas para o seu Criador e para o seu propósito, e foram todas viver por conta própria. Toda esta estrutura do universo, Deus criou o mundo, o sol, a lua, os animais, as aves, os frutos, os minerais, os peixes e etc. Colocou tudo em equilíbrio, e por fim pôs o ser humano aqui no mundo para o seu objetivo.

A criação humana é a chave do segredo de Deus ter criado todas as outras coisas. Tudo foi criado para dar condição de sustentação a criação humana. O objetivo de Deus está no que o ser humano produz como Jesus disse: Trabalhai, não pela comida que perece, mas pela comida que permanece para a vida eterna, a qual o filho do homem vos dará, porque a este o Pai, Deus, o selou. O filho do homem somos nós na carne, e a comida que permanece para a vida eterna são as consciências que o ser humano produz. Este é o fruto da vida eterna. É por este fruto que Jesus disse que temos que trabalhar. E indagado pelos judeus, de qual seria a obra de Deus, Jesus respondeu: A obra de Deus é esta: Que creiais naquele que Ele enviou.

E quem Deus enviou? Salomão responde assim: E o pó volta ao pó como era, e o espírito volta a Deus que o deu, ou seja, este espírito que já nos dá a vida, este é o vindo de Deus. É neste espírito que devemos crer e andar por ele. Mas eu não sei o porquê os homens viraram as costas para ele e o desprezaram. Ficam todos enganados pensando que foi Jesus que Deus enviou, e viraram as costas para o vindo de Deus que já estão neles. Não anda segundo o espírito, mas só andam pelo o que acham. É um tal de eu acho daqui, eu acho dali, e o espírito de Deus fica desprezado neles. Na lei diz que Deus quer que nós andemos em espírito, por este espírito que já está em nós, ele já é o que nos dá a vida, este espírito é o vindo de Deus.

É neste espírito que Jesus disse que temos que crer e andar por ele. Jesus, como exemplo, fez isto, ele andou pelo vindo de Deus, por isso ele disse que era o vindo de Deus, porque ele andava pelo espírito, que é o vindo de Deus. Este espírito é a nossa vida eterna, é ele quem já nos dá a vida, mas isto só até a hora dele voltar a Deus, como Jesus disse: Quem subiu ao céu, a não ser aquele que desceu do céu. Ora, aquele que subiu é o mesmo que desceu, a saber, o filho de Deus que está em nós. João disse: Aquele que crer no filho de Deus em si mesmo tem o testemunho. E o testemunho é este: Que Deus nos deu a vida eterna, e esta vida está em seu filho. Quem tem o filho de Deus, tem a vida eterna, quem não tem, não tem a vida.

Por O teu espírito diz