Eu sou a nova consciência do que sou, isto é, eu morri para a carne e hoje Cristo vive por mim ou ainda, a minha consciência se desligou da carne e se ligou no espírito, ou seja, todas as relações que eu tinha com a carne, morreram com ela, e hoje eu sou uma nova criatura, não só no termo da palavra, mas literalmente. Antes a minha consciência era carnal, mas hoje ela é espiritual. Troquei de existência, a consciência é a mesma, mas o morador dela é outro. Troquei o corpo terreno pelo corpo celestial, uma metamorfose existencial. A carne e o espírito já estavam em mim, a carne foi quem me produziu, mas este fruto, a consciência, amadureceu e foi colhida para o bem eterno do espírito.

Este é o proposito de Deus para todos nós, o proposito da vida, a razão que levou o nosso criador a nos criar na carne, para produzir a consciência, como um fruto natural, passar por esta metamorfose existencial, e prosseguir com a vida lá no plano espiritual, lugar este que Deus já nos preparou para nos receber pelo espírito. Do mesmo modo que Deus criou este mundo para nos receber provisoriamente pela carne, e realizar o seu proposito, criou também um lugar para nos receber pelo espírito, e lá viveremos pelo espírito eternamente, concluindo assim o proposito da vida em nós, e lá seremos um em Deus, como uma célula viva do seu corpo.

Mas se a consciência não realizar o proposito da vida nela, cairá no vazio do desprezo eterno como o profeta Daniel disse: uns ressuscitarão para a vida eterna, e outros para o desprezo e vergonha eterna. Estamos neste mundo só pelo proposito de Deus e não podemos prevaricar, não podemos sair deste caminho por nada e nem por ninguém, senão vamos cair no vazio eterno. Isto tudo já está traçado dentro de nós por Deus. Tudo o que Deus teria que fazer, ele já fez, agora depende exclusivamente de cada consciência. É só ela deixar de andar pela carne e assumir a pessoa do espírito este mesmo que já nos dá a vida, feito isto a consciência realizou o proposito de Deus nela.

Por O teu espírito diz